E todo mundo perguntando onde, mas ninguem perguta como esta o Wally?

A literatura é tão poderosa que não bastava tem uma comunidade no Facebook ou Orkut, ela precisava criar uma rede social inteira!!
Na verdade, mais de uma. Para todos os gostos e sabores, abaixo seguem alguns sites bacanas para se reunir em torno de algumas páginas.
Meu peferido. Me ache por lá: http://www.skoob.com.br/perfil/rodrigo_facknet
Rede social nos moldes do Facebook, o site permite fazer buscas por obras, autores e editoras.Também possibilita pesquisar quais usuários já leram as obras,  as notas que eles deram a elas,  comunidades e outros livros relacionados.
Nos moldes do Skoob, porem eu achei com propaganda demais. Não testei para poder dar um revedito.
Lançado durante a Festa Literária Internacional de Parati (Flip) do ano passado, a rede social permite aos seus usuários cadastrar os livros lidos, escrever resenhas, e criar comunidades sobre os autores. Parece que também conta com a participação de escritores.
Recomendadíssimo! É um site que agrega sebos do país inteiro. Já comprei inumeras vezes de diversas lojas e sempre me dei bem. Todos cumpriram o que prometeram, quando não recebi um livro bem melhor do que esperava. Como as lojas vivem de reputação, quem sacanear o consumidor é mau avaliado e acaba perdendo vendas futuras.
Indicado para os usuários interessados em realizar trocas de exemplares. Após enviar um livro para um colega, a pessoa ganha um crédito, que pode ser usado para solicitar uma outra obra cadastrada no acervo.
Não usei, não sei avaliar. E não usei simplesmente porque minha religião não permite trocar, fazer escambo, jogar fora, rasgar, dobrar ou macular de qualquer maneira um livro.
Esse post mesmo me custará algumas penitencias….

Quer mais opções? Clique aqui.


Eu particularmente prefiro Trebuchet, mas realmente tudo fica muito melhor com uma simples Helvetica.
Essa foi a sacada deste site, Try Helvetica. Trocar as inumeras fontes toscas e bagunçadas que vemos nas placas por ai, por simples, belas e funcionais Helveticas.
Fala se não melhorou, e muito! kkkkkkk

Em homenagem, este post vai de Helvetica. Só esse. Depois voltamos a programação normal de Trebuchet.


Esse site uma uma mão na roda na hora de conjugar aquele verbo filhodamãe: Conjuga-me
É só digitar o verbo que ele traz o resultado com todas as possibilidades de conjugação.

Inclusive aquela conjugação na terceira pessoa do plural do pretérito imperfeito do subjuntivo, que você nunca soube ao certo como é mas sempre acha o máximo quando encontra em algum livro. =D

 link for share: http://migre.me/4yyAF


Nem adianta falar que não conseguiu ler todos os livros. Se não leu, vai ler. Já!
Já leu? Então divirta-se com esse resuminho em quadrinhos. Ficou muito legal!
A Pedra Filosofal